FANDOM


Está página é sobre o filme live-action japonês, para ver a versão americana do filme lançada em 2017, veja Death Note (Netflix).
Death Note
DeathNote
Informações da Produção
Dirigido por:

Shusuke Kaneko (金子修介, Kaneko Shūsuke)

Escrito por:

Tetsuya Oishi

Musica por:

Kenji Kawai

Distribuidor:

Warner Brothers Japan

Série
Sequência:

Death Note: The Last Name

Death Note é o primeiro filme da série de filmes live action. Ele mostra a primeira parte que é seguido pelo filme Death Note: The Last Name. Assim como o segundo filme, o diretor é Shūsuke Kaneko.

HistóriaEditar

Light Yagami, um jovem estudante universitário descobre um caderno misterioso, conhecido como "Death Note", deitado no chão. As instruções do Death Note afirmam que se o nome de uma pessoa estiver escrito dentro dela enquanto retratando o rosto dessa pessoa, essa pessoa morrerá. Light é inicialmente é cético do caderno, mas depois de experimentar com ele, ele percebe que a Death Note é real. Depois de se encontrar com o proprietário anterior da Death Note, um Shinigami chamado Ryuk, Light procura se tornar "deus do novo mundo", passando seu julgamento sobre aqueles que ele considera ser mal (criminosos, assassinos, estupradores, etc) ou que se interpõem no seu caminho.

Depois de meses de matar criminosos, Light é apelidado de Kira pelo público e alguns acreditam que ele é justo em matar criminosos, porém, a Interpol não está mais perto de pegá-lo, e vai passar o caso para o Ministério da Saúde como uma doença, até que L entra em cena. Conhecido como o melhor detetive do mundo, L resolveu muitos casos com seu assistente Watari. Trabalhando com eles, L consegue confrontar Light, na TV, e deduz que ele está na região de Kanto do Japão e ele pode "matar sem levantar um dedo". A corrida começa entre L e Light para descobrir a identidade um do outro, em um jogo de gato e rato se segue entre os dois gênios. L começa a descobrir que Kira tem ligações com a policia (por sempre saber dos resultados de suas investigações e contradizê-los, por exemplo, matando em horários diferentes depois de suspeitarem que ele é um estudante), e L reduz sua lista de suspeitos. Ele envia agentes do agentes do FBI para investigar os suspeitos (que eram pessoas ligadas a policia e os policiais, todos que podiam ter acesso aquelas informações de rede privada), e Light percebe seu seguidor. Para descobrir sua identidade, Light arma um sequestro em um ônibus, onde ele levava sua namorada para um passeio, e ganha a confiança do perseguidor, ao ponto de deixá-lo em uma situação onde ele mostraria a identidade. Light descobre que seu nome era Raye Iwamatsu e 3 dias mais tarde, escreve que ele desmarcaria todos o compromissos, entraria num trem específico no último vagão, e pegaria o envelope em cima dele. O envelope dizia: "Raye, sou Kira, abra o envelope se não quiser morrer". Ele coloca o walkie-talkie e Light, que estava observando, prova que é o Kira matando o passageiro ao lado deixando sem ar como se estivesse dormindo. Então, Light dá as ordens de escrever o nome do superior na primeira página das folhas do envelope, e depois, abrir o notebook e fazer o mesmo com os agentes que estavam no e-mail recebido.

Após terminar, Raye sai do trem (deixando tudo no vagão), e percebe que sua esposa, Naomi Misora, estava lá. Ela havia lhe seguido e antes que pudesse dizer algo, ele morre de parada cardíaca. Naomi se aproxima e vê que Raye estava olhando para Light dentro do vagão. Após sua morte, L começa a investigar as pessoas investigadas pelos agentes, colocando escutas e câmeras nas casas, mesmo sendo ilegal.

Light ainda conseguiu matar criminosos discretamente (ele havia percebido as câmeras antes de poder fazer algo suspeito). E Naomi acaba investigando por conta própria, o que a leva a namorada de Light, e posteriormente, ao próprio. Ela, ao vê-lo, o ameaça e o chama de Kira com toda certeza, dizendo que vai prendê-lo. Light escreve seu nome no Death Note mas percebe que era um nome falso (Shoko Maki) que ela havia dado a ele e a sua namorada por precaução.

Light vai embora e resolve entrar na Força-Tarefa, mas para isso precisaria ter um motivo para odiar Kira, ao ponto de querer prendê-lo. Light recebe então uma ligação estranha de sua namorada e ela o chama na Galeria de Artes. Chegando lá, Light vê que Naomi estava com Shiori de refém, pedindo para que Light admitisse ser Kira, ou ela mataria Shiori. L estava vendo tudo com a Força-Tarefa pelas câmeras pois, antes de chamar Light, ela ligou para L, dizendo que provaria que ele era o Kira mesmo que custe sua vida. Soichiro vê e manda policiais atrás dela, durante a ida ao local, Naomi revela seu nome e manda Light matá-la, ou sua namorada morreria. Light continua negando que ele era Kira, mas a policia chega e Naomi se assusta, Shiori aproveita e a empurra, correndo para Light, mas levando três tiros de Naomi, morrendo nos braços de Light, enquanto a beijava em público pela primeira vez. Naomi acaba se matando após a pressão e Soichiro leva Light para fora e chama um táxi.

Mais tarde, Ryuk descobre que Light tinha manipulado a morte de Naomi usando o Death Note, já que ele já tinha descoberto seu nome verificando com a igreja desde que ela revelou a ela que era a noiva de Iwamatsu, e obviamente, ninguém usaria um nome falso em casamento e escreveu um cenário em que Misora ​​cometeria suicídio depois de ligar a L pedindo para vê-la. Shiori também teve seu nome escrito para ser a vítima de Misora. Ryuk não entendo o porque de matar a namorada, Light diz que não sabia se realmente a amava e acreditava que para concluir seu objetivo, ela deveria ser sacrificava.

FilmagemEditar

Kaneko fretou uma linha de metro para filmar uma cena particular no primeiro filme; Esta foi a primeira vez na história do cinema japonês que uma linha de metro foi usado. Kaneko usou cerca de 500 takes extras ao longo do primeiro filme.

MusicasEditar

  • "Manatsu no Yoru no Yume" - Shikao Suga
  • "Dani California" - Red Hot Chili Peppers (encerramento)

Lançamento e recepçãoEditar

O primeiro filme, intitulado simplesmente como Death Note, estreou no Japão em 17 de Junho de 2006 e ficou no topo da bilheteria japonesa por duas semanas, empurrando o Código Da Vinci para o segundo lugar.

Death Note (死亡 筆記) foi lançado em Hong Kong em 10 de Agosto de 2006, em Taiwan em 8 de Setembro de 2006, em Cingapura em 19 de Outubro de 2006 e na Malásia em 9 de Novembro de 2006 com legendas em inglês e chinês. A estréia mundial foi no cinema UA Langham Place em Hong Kong, em 28 de outubro de 2006, o primeiro filme japonês a estrear em Hong Kong. O filme acabou ganhando U$41 milhões no Japão, U$1,9 milhões em Hong Kong. O filme também foi lançado no Reino Unido em 25 de abril de 2008.

ReferênciaEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.