FANDOM


Está página é sobre o filme live-action japonês, para ver a versão americana do filme lançada em 2017, veja Death Note (filme americano).
Death Note
DeathNote.jpeg
Informações da Produção
Dirigido por:

Shusuke Kaneko (金子修介, Kaneko Shūsuke)

Escrito por:

Tetsuya Oishi

Musica por:

Kenji Kawai

Distribuidor:

Warner Brothers Japan

Série
Sequência:

Death Note: The Last Name

Death Note é o primeiro filme da série de filmes live action. Ele mostra a primeira parte que é seguido pelo filme Death Note: The Last Name. Assim como o segundo filme, o diretor é Shūsuke Kaneko.

HistóriaEditar

Light Yagami, um jovem estudante universitário descobre um caderno misterioso, conhecido como "Death Note", deitado no chão. As instruções do Death Note afirmam que se o nome de uma pessoa estiver escrito dentro dela enquanto retratando o rosto dessa pessoa, essa pessoa morrerá. Light é inicialmente é cético do caderno, mas depois de experimentar com ele, ele percebe que a Death Note é real. Depois de se encontrar com o proprietário anterior da Death Note, um Shinigami chamado Ryuk, Light procura se tornar "deus do novo mundo", passando seu julgamento sobre aqueles que ele considera ser mal (criminosos, assassinos, estupradores, etc) ou que se interpõem no seu caminho.

Depois de meses de matar criminosos, Light é apelidado de Kira pelo público e alguns acreditam que ele é justo em matar criminosos, porém, a Interpol não está mais perto de pegá-lo, e vai passar o caso para o Ministério da Saúde como uma doença, até que L entra em cena. Conhecido como o melhor detetive do mundo, L resolveu muitos casos com seu assistente Watari. Trabalhando com eles, L consegue confrontar Light, na TV, e deduz que ele está na região de Kanto do Japão e ele pode "matar sem levantar um dedo". A corrida começa entre L e Light para descobrir a identidade um do outro, em um jogo de gato e rato se segue entre os dois gênios. Mais tarde, Naomi Misora ​​sequestra Shiori, a namorada de Light, e pede a ele para vir ao museu de arte e confessar que ele realmente é Kira (já que Naomi já suspeitava e tinha quase certeza de Light ser Kira) se ele quer salvá-la. Ele vai ao museu, mas nega que ele seja Kira, e diz que está chateado ao ver sua namorada sendo tomada como refém. Misora ​​diz à Light que, a menos que ele comece a escrever seu verdadeiro nome, que era "Naomi", escrito em katakana, ela mataria Shiori. Light insiste firmemente que ele não é Kira. Soichiro, ao ver isso, envia a polícia. Misora ​​imediatamente fica distraída, permitindo que a namorada de Light se liberte e fuja dela. Misora ​​dispara sua arma e atira em Shiori, que morre nos braços de Light pouco depois, e depois, Naomi se suicida com sua arma.

Mais tarde, Ryuk descobre que Light tinha realmente manipulado a morte de Naomi usando o Death Note, já que ele já tinha descoberto seu nome verificando com a igreja desde que ela revelou a ela que era a noiva de Iwamatsu e ele raciocinou que ninguém usaria um nome falso em casamento e escreveu um cenário em que Misora ​​cometeria suicídio depois de filmar Shiori. Obviamente, Ryuk está confuso, pois fazendo isso, Light acabaria matando Shiori, mas Light revela que ele havia escrito seu nome na Death Note também.

FilmagemEditar

Kaneko fretou uma linha de metro para filmar uma cena particular no primeiro filme; Esta foi a primeira vez na história do cinema japonês que uma linha de metro foi usado. Kaneko usou cerca de 500 extras ao longo do primeiro filme.

MusicasEditar

  • "Manatsu no Yoru no Yume" - Shikao Suga
  • "Dani California" - Red Hot Chili Peppers (encerramento)

Lançamento e recepçãoEditar

O primeiro filme, intitulado simplesmente como Death Note, estreou no Japão em 17 de Junho de 2006 e ficou no topo da bilheteria japonesa por duas semanas, empurrando o Código Da Vinci para o segundo lugar.

Death Note (死亡 筆記) foi lançado em Hong Kong em 10 de Agosto de 2006, em Taiwan em 8 de Setembro de 2006, em Cingapura em 19 de Outubro de 2006 e na Malásia em 9 de Novembro de 2006 com legendas em inglês e chinês. A estréia mundial foi no cinema UA Langham Place em Hong Kong, em 28 de outubro de 2006, o primeiro filme japonês a estrear em Hong Kong. O filme acabou ganhando U$41 milhões no Japão, U$1,9 milhões em Hong Kong. O filme também foi lançado no Reino Unido em 25 de abril de 2008.

Em geral, o filme foi bem recebido porém as críticas dos fãs foram em relação a mudanças da história. Nos filmes seguintes, as críticas foram mais relacionadas a falta de coerência com as regras do Death Note mostradas no anime/mangá, como por exemplo, vários Death Notes no mundo humano sendo que nas regras dizem que apenas 6 podem estar ativos ao mesmo tempo. Mas tirando esses problemas de lado, o filme contou com um bom elenco, e apesar da mudança na história e nos personagens (que muitos não gostaram), em geral, foram mudanças boas.

ReferênciaEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória